Procuradores baianos marcam presença no 43º Congresso Nacional de Procuradores dos Estados e do DF

      

Com o tema central “Reflexões e Desafios da Advocacia Pública para a Superação da Crise do País e para o Fortalecimento da Democracia”, a 43ª edição do Congresso Nacional de Procuradores dos Estados e do DF, teve a participação de mais de 600 procuradores de todo o país, além de advogados da União, das Procuradorias Municipais, Defensores e Gestores Públicos, dentre outros profissionais.

Procuradores baianos formaram uma destacada comitiva, prestigiaram e participaram ativamente das atividades, a exemplos das reuniões do Colégio Nacional dos Procuradores Gerais, dos Procuradores Chefes das Procuradorias Consultivas dos Estados e do DF, dos Procuradores Chefes das Procuradorias Judiciais dos Estados e do DF, do Fórum Nacional dos Centros de Estudos e Escolas das PGEs e PGDF, dos Corregedores Gerais dos Estados e do DF e dos Procuradores Chefes das Procuradorias Fiscais dos Estados e do DF.

Distinguindo a participação baiana, os procuradores Ruy Sérgio Deiró da Paixão, Bárbara Camardelli Loi e Alzeni Martins Nunes Gomes contribuíram como relatores. A procuradora Fernanda de Santana Villa apresentou o projeto da PGE-BA intitulado ‘Paz Judicial’, um dos cinco ganhadores do 21º Concurso Inovação no Setor Público, promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Também defenderam teses, os procuradores Ivana Pirajá Luckesi, Lízea Magnavita Maia, Paulo César de Carvalho Gomes Júnior e Mario César da Silva Lima, que tiveram seus trabalhos aprovados.

Na ocasião, o presidente e a vice-presidente da Associação dos Procuradores do Estado da Bahia (Apeb), Roberto Lima Figueiredo e Cristiane Santana Guimarães, respectivamente, divulgaram a próxima edição do Congresso, organizado pela APEB, e que em 2018 será realizado em Salvador-BA.